O que é e como solicitar a Perícia Médica por tendinite

Perícia Médica por tendinite

Perícia médica por tendinite é um procedimento para garantir o afastamento do trabalho, nos casos dessa doença, sem prejuízos financeiros. Quer entender como funciona esse procedimento?

Advertisement

Muitas vezes, as pessoas relacionam doenças do trabalho a ambientes profissionais insalubres e agressivos para a saúde.

É natural encararmos que uma pessoa que trabalhe no aeroporto, por exemplo, venha a ter problemas auditivos.

Isso acontece devido às condições deste trabalho e as atividades.

Também é comum pensarmos que pessoas que trabalham com gases tóxicos venham a ter problemas respiratórios;

Advertisement

No entanto, mesmo trabalhos corriqueiros e de escritório podem levar a problemas de saúde incapacitantes.

O esforço repetitivo e a tendinite, por exemplo, podem levar alguém a se afastar do seu trabalho por algum tempo.

Quer saber o que é tendinite, suas causas e sintomas, além de entender como solicitar a perícia médica para este problema?

Então confira este texto acessando os seguintes tópicos:

  1. Por que é justificável perícia médica por tendinite?
  2. Quais os sinais e sintomas da tendinite?
  3. O que pode causar a doença e levar a uma perícia médica por tendinite?
  4. Quando marcar a perícia médica por tendinite?
  5. Como agendar uma perícia médica?
  6. Quais os requisitos para solicitar auxílio doença por tendinite?

Por que é justificável perícia médica por tendinite?

Antes de mais nada, é importante que entenda que a tendinite está diretamente relacionada ao esforço repetitivo.

Advertisement

As lesões do tendão são causadas por fatores intrínsecos ou extrínsecos, ou mesmo uma combinação deles.

Podemos dizer que a tendinite se refere à inflamação dos tendões.

Então, a inflamação representa uma resposta natural do corpo humano a lesões ou doenças, geralmente causando inchaço, dor ou irritação.

O papel exato da inflamação ainda é um tópico de pesquisa.

No entanto, estudos atuais em animais e humanos apoiam a noção de que a inflamação desempenha um papel importante.

Também foi demonstrado que um processo inflamatório pode estar relacionado ao desenvolvimento de tendinopatias crônicas.

Veja também
1 De 2

Quando o tendão está inflamado, temos uma situação de tendinite. Aí você pode solicitar uma perícia médica por tendinite.

Se a bainha ao redor do tendão ficar inflamada, e não o próprio tendão, a condição é chamada de tenossinovite.

Contudo, a tendinite e a tenossinovite podem ocorrer juntas.

Nós temos alta incidência de tendinite no Brasil e, segundo a OMS, uma em cada 100 pessoas sofrem deste mal.

Quais os sinais e sintomas da tendinite?

Os sinais e sintomas de tendinite podem variar de acordo com sua localização no corpo, o tipo de atividade envolvida e a gravidade da inflamação.

Os sintomas tendem a ocorrer no ponto em que o tendão se fixa a um osso.

Por isso, você deve ficar atento aos sinais – se eles acontecerem, pode começar a considerar que está sofrendo com LER (Lesão por Esforço Repetitivo).

Exatamente, a tendinite é uma entre as das doenças que se enquadram como LER. Também por isso tem direito a agendar uma perícia médica por tendinite.

Em síntese, os sinais frequentes de tendinite incluem:

  • Dor e sensibilidade ao longo do tendão, geralmente perto de uma articulação;
  • Muitas pessoas com tendinite descrevem a dor como uma dor surda que piora com o movimento ou atividade;
  • Edema causado por excesso de fluido e inflamação na área do tendão/osso e ao redor dela;
  • A pele sobre o tendão pode ficar quente e a pele ao redor da área pode ficar vermelha;
  • Ternura ao longo do tendão ou cobertura da bainha;
  • Uma sensação áspera ao mover a junta;
  • Dor e desconforto à noite;
  • Rigidez pela manhã.


Veja que são incômodos que prejudicam a produtividade pois causam dores e afastamento do trabalho.

O que pode causar a doença e levar a uma perícia médica por tendinite?

Frequentemente, a tendinite acontece quando um movimento é repetido várias vezes. E se o tendão se romper, é provável que aconteça uma inflamação.

No entanto, existem vários fatores de risco para tendinite.

Certos tipos de trabalhos com movimentos repetitivos podem causar isso.

Os tendões começam a perder a flexibilidade com a idade, o que significa que é mais provável que sofram uma lesão.

Além disso, esportes, como corridas, também podem causar tendinite.

O diabetes também coloca a pessoa em risco de tendinite, embora não seja totalmente compreendido por quê.

Pessoas com artrite reumatoide têm maior probabilidade de desenvolver tendinite.

Inclusive, pessoas com diabetes e artrite reumatoide têm maior probabilidade de desenvolver tendinite.

Se a dor piorar repentinamente ou se tornar impossível mover uma articulação, a pessoa deve procurar atendimento médico.

Quando marcar a perícia médica por tendinite?

Se você sente dor nos tendões e percebeu que isto está atrapalhando o seu trabalho, é necessário tomar algumas providências.

Primeiramente é importante que faça uma consulta médica para que receba um tratamento.

No entanto, apenas remédios, na maioria das vezes, não são suficientes e então o médico lhe recomenda fisioterapia e repouso.

Entretanto, o período de repouso (atestado) que a empresa considera é de no máximo 15 dias.

Sendo assim, se passados 15 dias a pessoa ainda não tem condições de voltar ao trabalho, precisa ser encaminhada para receber o auxílio doença.

A partir deste momento, é necessário marcar a perícia médica para tendinite.

Como agendar uma perícia médica?

A perícia para avaliar a situação de quem está sofrendo com a tendinite, é agendada como nos demais formatos de perícias, ou seja, de 3 maneiras.

Uma é através do número 135, três dígitos simples, onde você pode falar com um atendente e marcar a perícia.

Outra maneira, muito eficiente e segura, é através do site Meu INSS. Lá você pode marcar sua perícia médica por tendinite sem complicações.

Por fim, você pode ir de forma presencial a uma agência do INSS, no entanto, essa opção está inviável no momento devido a pandemia.

Quais os requisitos para solicitar auxílio doença por tendinite?

Primeiramente, você precisa ter cumprido a carência do INSS.

Isso significa, pelo menos, 12 contribuições de forma mensal.

Você também precisa estar afastado por um período igual ou maior que 15 dias do seu trabalho.

E, por fim, marcar e passar pela perícia médica por tendinite realizada por um médico do INSS e que ateste sua incapacidade para sua atividade laboral.

Enfim, vimos neste texto o que é a tendinite, causas, tratamentos e porque você tem direito a perícia, caso não consiga voltar ao trabalho depois de 15 dias de atestado.

Lembramos que a tendinite é, sim, uma doença que pode ser incapacitante e que causa muita dor, por isso a necessidade de tratamento.

Saiba mais sobre Perícia Médica, veja aqui.

Para concluir, sugerimos que compartilhe este texto para que mais pessoas possam saber dos seus direitos caso estejam sofrendo de tendinite.

Advertisement

Consulte também

Este site usa cookies Ok Mais detalhes

Termos & Política de Privacidade
error: Conteúdo protegido!!